Páginas

domingo, 11 de dezembro de 2011

Veículos movidos a magnetismo!

video

Mais um post que não tenho a vergonha de admitir que pode ser fake. Também tive minhas dúvidas quanto ao post do manual de como fazer sexo do Edir Macedo mas esse aqui não é para fazer graça não. É algo extremamente bombástico e polêmico. 

Cinética através do magnetismo. Imagine um mundo onde automóveis de todos os gêneros funcionam sem necessidade de energia. Não há mais a necessidade de nenhum tipo de combustível, e nem de baterias (nos veículos elétricos, tidos como o futuro da economia e da sustentabilidade). Logo não haverá a emissão de poluentes, o que vai significar trânsito limpo e ecológico e socialmente sustentável. Não vamos resumir isso a automóveis não. Isso pode estar presente em bombas e usinas de alimentação elétrica. Ou seja, se não sou tão ignorante assim, para quê alagar milhares de hectares para fazer girar os mecanismos de hidroelétricas quando o magnetismo pode fazê-lo com impacto ecológico zero! 

Motores podem ser desenvolvidos para atuar em fábricas, indústrias e tudo que necessita de energia cinética e que atualmente consome energia elétrica. Vai muito além de interesses de petrolíferas. O petróleo ainda seria necessário para milhares de outras funções.

Porque as minhas suspeitas de isto ser fake? Simplesmente pelo fato de isso não ter sido matéria principal do fantástico. Não figurar as manchetes de jornal e não ser presença constante em revistas de automóveis. Será que a conspiração dos produtores de petróleo é tão vasta e poderosa a tal ponto de calar tudo e todos, exceto pela intocável internet?

Agora se isso é verdade me pergunto porque gastar rios de dinheiro com convenções, palestras, tratados de Kyoto e outros blá blá blás quando toda a atenção, dinheiro e intelectualidade tinha que estar apontada para essa maravilha.

Pare pra pensar e veja que isso é tão revolucionário e importante quanto a vacina contra o Câncer!

Estou errado?

2 comentários:

  1. Hoax. Há inúmeras falhas na abordagem a começar pela violação da conservação de energia.
    Para identificar a falha principal, basta lembrar daqueles bibelôs com esferas que ficam girando e se movimentando (bastante comuns em lojas de presentes). Pois bem, quem já adquiriu um deles percebeu que após algum tempo eles "perdem a força" e param de funcionar. Isso acontece porque, ao contrário do que alguns pensam, os imãs permanentes não são realmente permanentes. Quando são submetidos a interações com outros campos magnéticos os dipolos magnéticos que os constituem vão sofrendo alterações em nível molecular que resultam no aumento da entropia. Com o tempo, eles estão novamente orientados aleatoriamente e será necessário ceder energia para que eles se reorientem...
    Ou seja, é até possível construir máquinas que aparentemente funcionem somente com imãs permanentes, mas teríamos que remagnetizá-los frequentemente e para isso precisaremos de uma energia ainda maior do que a que foi "produzida" por essas máquinas o que acaba sendo contraproducente...

    ResponderExcluir
  2. Show de bola o Pitaco acima. Não deixa dúvidas. Infelizmente uma notícia falsa. Agradecemos a participação.

    ResponderExcluir