Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Piscina de bolinha!

video


Foi ouvindo "O Vento" de Los Hermanos que comecei a divagar sobre a vida.

Não são poucas as vezes que tomamos as decisões erradas. Lembro que eu trabalhava no Centro do Rio quando a banda fez seu show no Cine Iris. Além do show ser uma gravação de DVD e o fato de que pouco tempo depois a banda iria se desfazer, o Cine Iris é o Cinema Pornô mais tradicional e famoso do Rio de Janeiro. Vamos colocar o fato de ser Pornô de lado e admirar o fato de ser um local histórico! Eu era livre leve e solto, tinha dinheiro para ir ao Show e não fui!

Daí em diante comecei a rememorar o que eu sempre quis e não vou conseguir uma segunda chance. Inicialmente o Show do Los Hermanos. Depois lembrei que quando criança, sempre quis mergulhar numa piscina de bolinha. Nunca tive a oportunidade. Deve ser uma sensação maneira mergulhar naquelas bolinhas e não ficar afogado debaixo delas. Sei lá, nunca fiz!rs

Agora vem o raciocínio linear. Quando criança, temos que aproveitar enquanto somos crianças. Devemos brincar muito. Escola ainda é "segundo plano". Devemos nos ralar, jogar bafo, sonhar com o primeiro amor, bater aquela bola descalço na rua com o golzinho de havaiana. Não esqueçamos mergulhar na piscina de bolinha. Isso porque....

Quando ficamos adolescentes, não faz mais sentido fazer isso. Pega mal. Então vamos a festa americana, dança da vassoura, sessão de cinema matinê. Dormir na casa dos amigos, muito legal! Começar a lidar com dinheiro. Juntos ou separados, é o momento que nossos pais ainda estão pertinho. Ainda ajudam muito nas decisões difíceis. Quando adolescentes, a paixão, o romance, a paquera, a zoação, tudo isso vem junto e misturado. Devemos aproveitar o máximo, porque...

Quando ficamos jovens, o tempo começa a ficar escasso. Também porque queremos tudo ao mesmo tempo agora. E agora a escola é muito mais importante. As decisões relacionadas a profissão vão desenhar nosso futuro. Escolher a profissão. Ir a varios shows. Eu perdi Legião Urbana. Perdi Mamonas Assassinas. Perdi o Rock'n Rio. Tudo show que podia ter ido mais ficava de frescura. A juventude também é um bom momento para ter um relacionamento sério. Saber o que é isso, como é, distinguir a zoação do namoro. A essa altura, provavelmente o trabalho chegou, ou no mínimo a responsabilidade com o dinheiro. As bebedeiras também são importantes. A irresponsabilidade ganham terreno e a cisma de não ouvir nossa consciência e os mais experientes.

Pronto. Adultos. Agora as duas linhas da vida ganham contornos de seriedade e responsabilidade: O amor e a profissão. Ou a galinhagem ainda come solto ou já se pensa em família, filhos e um cachorro. Ou ainda estudamos ou estamos crescendo profissionalmente. Mas ser adulto também tem suas fases.

Vem um casamento ou um filho. Ou os dois. Agora olhando pra trás, não dá mais pra brincar de lego, vestir roupas rasgadas e ir num show de rock grunge, fazer pré-vestibular ou dirigir sem cinto de segurança. Não é só você que depende de você. Já estamos mais ou menos acostumados a nos decepcionar, mas agora, não podemos decepcionar os outros. Por outro lado vêm uma fase diferente, e o principal: Coisas que você tem que fazer e aproveitar porque quando a fase passar, você não vai mais ter a oportunidade. O filho cresceu, as costas começaram a doer, agora já me acostumei com o emprego, agora estou me aposentando, e por aí vai...

...

A música acabou, e foi gostoso e ao mesmo tempo nostálgico lembrar das fases, e como aproveitei cada uma delas. O que não fiz, e o me arrependeria se não tivesse feito. Mas dessa filosofia toda tirei uma boa notícia.

Assim que o Lucas estiver crescido, vou ter a desculpa de mergulhar numa piscina de bolinha. Mergulhar com meu filho!

E você, já parou pra pensar em que fase está! Seja qual for, aproveite, porque ela passa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário