Páginas

domingo, 16 de outubro de 2011

Basta de Rafinha Bastos!

Mais uma vez tenho que reafirmar o quanto os valores estão invertidos nesse país. Uma novela com final anti-ético e criminoso termina (Morde & Assopra) e outra que deveria se chamar "A tempestade em copo d'água" permanece eterna: Rafinha Bastos e suas piadas polêmicas!

Falo em inversão de valores porque a mídia está puxando o seu cabresto em cima da gente e obrigando a ser covarde. Não há muito tempo atrás, quando Rafinha Bastos fez a (não)piada de péssimo humor sobre estupro eu comentei não entender porque tanto estardalhaço. Ele disse que mulher feia devia agradecer quando fosse estuprada. Tá, e daí? O Zorra Total todo sábado a noite mostra um travesti dizendo para a amiga feia que se alguém abusar dela no vagão lotado do metrô, ela tem que aproveitar porque não está podendo escolher. Só agorinha (dias atrás) que ouvi um sussurro em algum lugar distante de Brasília que pretendiam quem sabe talvez solicitar a retirada do quadro no programa. Mas a reação ao humorista da Band foi relâmpago. Piada sobre o estupro e minutos (!) depois repúdios nas redes sociais, manifestação de colunistas e claro, praticamente manchete nos jornais do dia seguinte. Mas com a Globo ninguém mexe!

Aí veio a palhaçada com a "Neta do Seu Francisco". É característica do Senhor Rafael B. ser debochado, ofensivo com humor de boteco. Quem assiste ele falando vê que foi um comentário saindo na urina. Uma frase pronta de comédia Stand Up sem nenhuma intenção realmente de comer a Wanessa Camargo e muito menos um feto que encontra-se na barriga dela (fisicamente impossível). E como eu dizer que quero transar com a Aurora Boreal! Surrealista. Mesmo porque comer a Wanessa Camargo só se for pra fazer piada mesmo. Um cara com a fama e o dinheiro do cara come dez vezes dez mulheres dez vezes dez mais gostosas que a sertaneja pop star.

Mas quem aprontou o bafafá todo foi o marido inseguro! Não sei dizer se ele queria aparecer, com inveja da mulher aparecer mais na mídia do que ele ou se o cara talvez seja do Clube do Pai Rico e veste camisa polo, com suéter de tricô (tiozinho) apoiado nos ombros. Aí faz beicinho e bate o pé toda vez que alguém quer jogar bola e não escolhe ele pro time. Empresariado tá ganhando muito dinheiro mesmo para ter tempo de se preocupar com uma coisa dessas.

Agora veio o Fabio Assunção e o Rafinha mandando a Folha chupar um cacete (hehehehe)! Desculpe, é politicamente incorreto mas é engraçado. Fico imaginando a Mônica Bergamo abrindo a caixa de e-mails dela e lendo "Chupa o meu grosso e vascularizado cacete"! (será que ela foi?) Ao menos nem ela nem um marido (nem sei se tem) quis entrar na justiça e engrossar essa badalhoca. Mas o Fábio Assunção sim, foi um herói Olimpiano elegante e deu uma resposta de um verdadeiro artista ao comediante de boteco! Nada de processo, nada de beicinho, apenas um recadinho alto nível e pronto!

Cada um luta com as armas que tem. Rafinha no seu show faz piada do Fabio Assunção, e o Fabio por sua vez usa seu twitter e sua arte para dar um cruzado de esquerda (de luva) de volta. Minutos depois, a resposta do ator global está em todas (TODAS MESMO) as revistas, colunas, sites, jornais, blogs e etc... Tá certo que ele deu ainda mais audiência ao infame humorista, mas valeu pela pancada.

Por falar em armas, Rafinha Bastos também sabe usar das suas. Muitos vídeos e imagens dele após a polêmica vem fazendo sucesso na rede. Detalhe: fazendo piada dele mesmo. Ofensivo e agressivo, ele não poupa humor negro nem pra si, além de ironias sem fim.

Mas o que não falta é mídia querendo botar gente na rua protestando contra o Judas do momento. Mas não tem ninguém pra botar gente na rua protestando contra um palhaço que se elege sem saber o que faz um deputado, e deixar ele continuar lá mamando ainda sem saber. Cadê a revolta popular quanto ao Maluf ser Coordenador Parlamentar da Reforma Política? Vereador ganhando mais de R$ 25 mil por mês para criar a lei do "Velório Virtual"! Essas piadas aí ninguém acha anti-ético ou ofensiva.

Todos deveriam prestar mais atenção nas matérias (denúncias) do CQC, principalmente as que envolvem nossos governantes e representantes públicos, e aí sim, tomar atitudes de repudio, ações judiciais e manifestos generalizados. E não bradar contra as piadas ao vivo que seus humoristas fazem na inofensiva bancada do programa!

A censura ao humor hoje está tão criminosa e irresponsável, que se continuar assim, o máximo de humor que vamos conseguir assistir vai ser o "divertidíssimo" Zorra Total mesmo.

Brasil: País onde os políticos podem fazer piada a vontade, e os humoristas são levados a sério!


O cara já tá procurando outro emprego. Agora falando sério, deve ter emissora fazendo simpatia e tudo pra ele sair e ficar disponível. Tem espaço (e imunidade) pra ele lá no metrô Zorra Total. Pena que pré-requisito pra entrar lá é ser sem graça.

video

Isso é o máximo de redenção que vão conseguir do cara!

video

Os colegas já se manifestaram sobre o assunto!

2 comentários:

  1. Como diria Engenheiros do Hawaii... "seria mais fácil fazer como todo mundo faz... o milésimo gol sentado na mesa de um bar... mas nós... não vemos graça nas gracinhas da TV, morremos de rir no horário eleitoral..."

    ResponderExcluir
  2. O problema é que humor negro é igual a braço, uns tem outros não.

    ResponderExcluir