Páginas

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Brilhante interpretação!

video

Numa época em que finalmente trazem a tona o respeito pela diversidade, venho aqui unir o útil ao agradável. Parabenizar o ator Peter Dinklage e os responsáveis não só pela sua escolha mas também pelo resgate e brilhante trabalho de uma obra que (não) me canso de mencionar aqui no Pitaco: Game of Thrones (Crônicas de Gelo e Fogo).

Já elogiei aqui o trabalho e escolha de Jason Momoa (Conan) como o selvagem Khal Drogo, e agora é a vez de chamar a atenção para o trabalho de Peter Dinklage. Para quem leu ou está lendo a saga, vê que o ator vem dando vida a um dos personagens mais dúbios da série. Um verdadeiro anti-herói que consegue confundir o expectador e deixá-lo sem a certeza do lado em que ele está realmente. E Peter consegue fidelizar esse duende tão perfeitamente que rouba todas as cenas e quase faz a gente torcer pelo anão Tyrion Lannister.

É claro que houve a sorte de George R.R. Martin ter criado o Tyrion Lannister, mas seu intérprete Peter Dinklage está aí para provar que talento não escolhe cor, credo, classe, orientação sexual ou no caso dele, atributos físicos. Quando perguntado sobre sua altura, Peter foi bem esclarecedor em sua declaração:

"Quando eu era mais jovem, definitivamente, eu deixava levar. Como um adolescente, eu era amargo e bravo e definitivamente construí muros. Porém quando você vai fica do mais velho, você percebe que é necessário um senso de humor. Você sabe que não é seu problema. É deles."

Eu concordo. O preconceito é um problema de quem tem. O racismo é uma deficiência de quem é.

Quem se interessar em saber mais sobre Peter Dinklage, tem muita coisa na wikipedia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário