Páginas

sábado, 21 de maio de 2011

Nunca subestime o consumidor!

Já foi comentado nesse blog que a mudança constante do mundo incluiu não apenas novos mercados, maior velocidade da informação, novos perfis de consumo, mas acima de tudo, um novo consumidor. Nos tempos de vovó calcinha diziam que uma propaganda positiva era feita apenas para 3 pessoas enquanto uma negativa era propagada para 9 pessoas.

Os tempos mudaram. Hoje se você não gosta de um serviço, nem precisa ser um formador de opinião para pichar o produto ou serviço. E você não vai fazê-lo a 9 pessoas, mas sim a 9 mil. Basta ter um blog, um facebook ou qualquer tipo de rede social com diversos amigos.

Se você tá muito fulo da vida e detém um pouquinho mais de conhecimento, grava vídeos ou faz como o cara que ferrou a vida da Dafra na peça publicitária abaixo.

É óbvio que a principal responsável pela propaganda negativa é a própria Dafra. No mundo de hoje, mentir numa propaganda é mais irresponsabilidade do que ser o terrorista mais procurado do mundo e se esconder numa mansão ao lado de uma base norte-americana.

Vender um sonho? 250 postos de atendimento espalhados no Brasil? Peças de reposição em abundância? Não é à toa que o Silvio Santos do século 21 - Luciano Huck, deixou de ser garoto propaganda da Dafra e passou para a concorrente Honda. Envolver sua imagem a tamanha falácia, não combina com o Rei Midas Tupiniquim.

Muita gente diz que não se trata de um consumidor insatisfeito, mas de brincadeira de outras agências de publicidade ou as montadoras concorrentes. É possível? Sim. Mas eu considero pouco provável. Se fosse fácil assim a moda pegava e do jeito que brasileiro e fanfarrão, não haveria mais paz no mundo da propaganda. Era alguém lançar um peça que minutos depois sua versão parodiada encontraria-se a disposição na web.

Eu particularmente acredito que a Dafra irritou um consumidor com alto nível técnico na área de comunicação, marketing, programação ou tudo isso aí junto.

Realmente, se você sacaneia um jagunço da roça, o máximo que ele pode fazer é falar mal de você no coreto da igreja. Mas se você irrita um publicitário, um programador, ou um alto executivo da área de marketing, é o mesmo que puxar briga no bar justamente com o Anderson Silva.

Eu não sou nenhum Anderson Silva, mas quem acompanha o Pitaco, vai ler muitas críticas e muitos elogios a produtos e serviços que eu mesmo experimentei e decidi não deixar os futuros consumidores no escuro. Afinal, esse é um blog de pitacos.

Divirta-se com os vídeos abaixo, e se você teve alguma experiência e quer botar a boca no mundo, divulgar para que outros não caiam na mesma armadilha, ou valorizar um bom serviço e elogiar, sintam-se a vontade de manifestar no pitaco. Como o título sugere: O pitaco é público.



Propaganda na sua versão original.

video

A mesma propaganda, porém redublada por um suposto consumidor insatisfeito.
Pior que acharam um cara com a voz igualzinha do Wagner Moura.


A Dafra teve que conseguir na justiça uma liminar que tirasse a paródia do youtube, mas no 4shared qualquer um consegue baixar o vídeo.

4 comentários:

  1. Muito Foda, Lú... está certíssimo nos seus comentários... hoje a midia resolve mais que a justiça, no sentido legal, claro... pelo menos de forma mais imparcial e sem favores... rs

    ResponderExcluir
  2. Hahaha...bom d+!!

    ResponderExcluir
  3. Fenomenal!!! kkk
    Merecido direito de resposta...

    ResponderExcluir
  4. AHHAHAHHAHAHAHHAHA
    CARA ! BOM DE MAIS HAHAHAHA
    muito bom post

    ResponderExcluir